PARA NÃO PERDERMOS TEMPO


Mensagem da Liga da Luz – Canalizada por Maryann Rada
20 de fevereiro de 2017

Chegou a hora de uma revolução global. Embora isso não seja novidade para muitos de vocês, pedimos que vocês escutem o que temos a dizer, já que nossa perspectiva sobre o que está acontecendo está longe o suficiente do turbilhão de emoção e degradação da lógica que muitos estão experimentando o que nos dá alguma simplicidade, alguma margem de interpretação e, portanto, talvez alguma sabedoria que valha a pena considerar. Mencionamos que o que está acontecendo na Terra é semelhante ao que muitos outros em nosso campo de serviço experimentaram em outros mundos, em outros momentos. Entretanto, nenhum foi tão marcadamente sintonizado com a sincronicidade vibracional que existe dentro da multiplicidade de mundos que está no seu agora.

Você já ouviu isso antes: o que acontece na Terra agora afeta não só o seu mundo, mas muitos. O efeito de ondulação transcende o tempo e as dimensões materiais, e traz tudo à luz da transformação. O que isso significa para você, individualmente, é que você tem o momento diante de você para se mover para uma realidade marcadamente mais inteligente e criativa do que você tem os meios para ainda imaginar. O que isso significa para o seu mundo continua a ser visto. Conforme o seu movimento dentro de seu mundo afeta outros mundos está simultaneamente terminando e começando um modo de ser.

Você está em segmentos de transformação sincrônicos com muitas realidades relativas, por isso é bom estar ciente de todo o seu potencial de um momento para o outro. O ano diante de você está cheio de oportunidades para liberar e expandir, para procurar e descobrir, e para enfrentar os desafios para se estabelecer em um novo invólucro autorreflexivo de empoderamento e sabedoria.

Além das preocupações imediatas de estabilidade que exigiram a renegociação popular do que deve ser governado, seu mundo está em um estado de fluxo. Vai permanecer assim por um curto período ainda, até que as facetas do todo harmônico possam entrar em equilíbrio reajustado com toda a humanidade.

Ou seja, você tem uma janela para diminuir a dissonância, para ouvir mudanças sutis, e para encontrar o tom puro natural para si mesmo em relação ao coração da vida planetária sensível biosférica.

Não se trata de política. É sobre as flores doces que está sendo permitido desencadear o fruto. Trata-se da reconciliação dos corações humanos com o legado das gerações passadas, com o passado gerador, com histórias inéditas chegando ao conhecimento aberto desimpedido pela polêmica ou pelo sofrimento. Os primeiros três meses do seu ano 2017 dar-lhe-á um grande momento em que se preparar para a inauguração de um novo espelho.

Como você já sofreu os deslocamentos sísmicos dentro da geologia da humanidade, você ainda está sofrendo o estrondo de armamentos da mente que seguirá em curto prazo. O tempo está deixando os fragmentos de épocas partidas dos sonhos esquecidos da história, em uma massa de memória há muito perdida, e você está chegando ao fim da linha quando se trata de dar sentido aos remanescentes de narrativas falsas e adquirida dos diários da permanência temporária da humanidade ancestral.

O que você tem agora, diante de você, que é da verdadeira fonte da nobre mente e matéria da humanidade? Vocês todos escutaram mentiras por tanto tempo que perderam o enredo, têm pedaços de fios para pendurar, e até mesmo aqueles desgastados como estão ao redor das bordas da sua compreensão sã do tecido da realidade, estão às vezes perdendo estrutura e significado.

Saibam que os lapsos da tomada de sentido são temporários, e parte da corrente do fluxo que vocês estão como um planeta atravessando no tempo. Clareza surgirá de todas as narrativas, de uma forma ou de outra, mas você deve estar ciente de que a divisão da realidade dimensional em linhas de tempo separadas é um dos códigos que está diante de você para decifrar. Tudo o que você considera está pesando de um lado ou outro de uma difusão integradora equilibrada, a partir de você estar associado a planos experienciais separados.

Se isso é ou não evidente para você, isso ainda está se movendo no lugar, peça por peça, e afirmação por afirmação. Sugerimos que você libere a garra que você tem sobre o que você acha mais real e, em vez disso, CONCENTRE SUA ATENÇÃO EM ESTAR NO LUGAR CERTO E NA HORA CERTA PARA O MELHOR RESULTADO POSSÍVEL PARA TODA A HUMANIDADE, DENTRO E ALÉM DOS LIMITES DA SUA PERCEPÇÃO, E INCLUINDO O CAMINHO DA SUA PRÓPRIA ALMA. REQUER ALGUMA DISCIPLINA, MAS TAMBÉM REQUER ALGUM FLUXO INTUITIVO.

Olhando para o potencial da coisa que você segura em sua mão como um dispositivo de produção de realidade, é uma representação justa de como você pode mais facilmente transformar a realidade que você está encontrando.

Se a verdadeira natureza de tudo fosse para ser conhecida, você não hesitaria em avançar para aquilo que lhe promete o melhor resultado, em sua maior parte. Você ainda pode encontrar desafio e emoção ao fazer isso, mas realmente não há necessidade de ir à procura de problemas, se você não precisa.

A escolha é sua, mas na questão de conhecer a verdadeira natureza da realidade atual, as verdades que foram vendidas como história, as regras sobre as coisas que você deve ou não fazer de acordo com um conjunto de convenientes cercas e caminhos limitados, todos são perdidos uma vez que a verdade é revelada.

É NATURAL PARA VOCÊ ENTRAR EM PENSAMENTO DE OPOSIÇÃO EM FACE DE MARCADORES DE REALIDADE DISSONANTE, MAS ESTE ANO, VOCÊ É DESAFIADO A ENFRENTAR O QUE ESTÁ DIANTE DE VOCÊ COM O PENSAMENTO DE QUE TALVEZ SEJA MELHOR SABER O QUE É VERDADEIRO EM TERMOS DA MAIS VIÁVEL REALIDADE PARA O BENEFÍCIO GLOBAL DA HUMANIDADE, AO INVÉS DE SE APEGAR A ESTRUTURAS ARTIFICIAIS QUE IMPEDEM A TRANSFORMAÇÃO DA HUMANIDADE EM UM NÍVEL DE SER MAIOR E MAIS PLENAMENTE AUTÊNTICO.

As oportunidades diante de você são muitas e, embora hesitemos em dizer que essa ou aquela é a melhor decisão, estamos felizes em apontar os padrões que têm maior probabilidade de mover o mundo para um estado maior e mais nobre do que você pode estar testemunhando, mas que você pode sentir ser possível.

Aqui estão algumas coisas a observar, para aqueles de vocês que estão prontos para assumir o desafio da transformação para o melhor benefício de todos os seres:

Antes do fim do inverno (hemisfério norte), apenas alguns lugares no mundo não serão afetados por mudanças radicais que são trazidas à superfície da consciência através da dissolução de uma velha história e a descoberta de alguns segredos muito antigos. Especificamente, a maneira de entender a sua própria história terá que ser reconsiderada, e a realidade da governança vai ter que aceitar alguns terríveis e grandes transtornos. Estes acontecimentos só são terríveis para aqueles que estão completamente investidos num sistema que teve como base a determinação da ignorância das massas e a popularidade da sua própria subcultura de conexões infernais.

NOSSO CONSELHO:
Entre em profundas discussões sobre seus sentimentos de separação e traição com corações abertos e entenda que as mentiras não têm mais efeito sobre as mentes humanas em sintonia com uma história maior que se desdobra dentro da Logosfera. A verdade está emergindo furtivamente da linguagem da dúvida e da distorção. Confie na sua capacidade de transformar-se e saiba que não perderá o seu eu autêntico no processo.

O mês de março será um tempo de reorganização total da compreensão. A totalidade da regeneração, a totalidade da Graça movendo-se dentro dos sistemas, a plenitude da manifestação energética em uma nova ordem de compreensão da realidade são parte integrante do que se passa em março. Iniciando a sequência de aberturas é nova informação e novos conceitos do que é ser humano. De lá, é apenas um pequeno salto para a compreensão da natureza estelar da humanidade, e a entrada do organismo planetário em uma rede de sistemas multiplanetários de apoio e aprendizagem.

NOSSO PRÓPRIO PAPEL VAI TER MAIOR IMPACTO SOBRE O PENSAMENTO DA POPULAÇÃO DESPERTA DA TERRA E ANTECIPAMOS UMA MAIOR EXPANSÃO DA RESISTÊNCIA BASEADA NO MEDO E UM RECONHECIMENTO SIMULTÂNEO DA SUA NATUREZA ILUSÓRIA. O DESAFIO SERÁ MANTER O AUMENTO CONSTANTE DA INTENSIDADE QUE VEM SE AFIRMANDO DENTRO DA SUA CONSCIÊNCIA NOS ÚLTIMOS ANOS E SE EQUILIBRAR EM UMA INTENSIFICAÇÃO MAIOR NA FORMA DE MUDANÇAS EVIDENTES NA VERDADE PERCEBIDA.

NOSSO CONSELHO:
Busque a benevolência da natureza superior da humanidade, permitindo que ela surja de dentro de si e ofereça oq eu ela expressa/manifesta gerando conversas mais autênticas no meio do discurso público. Procure o seu próprio compromisso superior com aqueles aspectos do eu que se lembram da natureza pura da alma e deem espaço para a integração. Ao permitir que os pedaços espalhados pelo tempo de si mesmo reintegrem, vocês vão se mover juntos em um novo sistema de autogovernança e sustentação.

No meio do ano, você estará bem no caminho para ganhar terreno em ter novos modos de criação de riqueza e uma compreensão diferente da interdependência. SURGINDO DE UMA SÉRIE DE CHOQUES PARA O SISTEMA ESTABELECIDO DA ORGANIZAÇÃO E ORDEM SOCIAL, NOVOS SISTEMAS SERÃO MAIS SABIAMENTE E AMPLAMENTE ACEITOS COMO REALIDADES DE BOA-FÉ e, por sua vez, estimularão uma maior criatividade entre os segmentos, de outra maneira dependentes da atividade.

Começando com a revalorização do conceito de trabalho, este ponto médio do ano marca uma espécie de faísca da consciência que quebra uma funcionalidade rígida da atividade humana aceita.

NOSSO CONSELHO:
Permaneça dentro da sua criação atual da realidade, e estenda sua concepção para sentir mudanças em seu próprio fluxo criativo pessoal. Tudo o que você experimenta vem da origem da concepção divina, descida por níveis sucessivamente mais densos da realidade para se tornar seu ambiente pessoal de ser. Percebendo isso, sinalize a mente divina para lançar qualquer nova consciência sensorial para adquirir maiores infusões de vida na expressão da sua esfera de ação. Mova-se com um senso de confiança neste fluxo de consciência em direção ao que começa a desmoronar para você.

Agosto é um tempo de descanso e familiarização com uma nova característica fundamental do ritmo universal. Abra-se para se instalar em um sentimento de alegria, mesmo em meio a qualquer turbulência estará funcionando de várias maneiras para os grupos de seres que têm algum trabalho para tomar conta.

Se você se esforçar demais, você será esgotado no tipo de energia que lhe daria um impulso em um momento em que toda a humanidade é dada uma oportunidade de crescer, no final do ano.

Ajuste suas velas, recalibre seus motores, confie nos movimentos que você se encontra fazendo, e prepare um ninho para sua mente para deixar a vida ser vivida diretamente por você.

NOSSO CONSELHO:
Encontre o equilíbrio sem se concentrar nele. Dê a si mesmo tempo e espaço para sentir e fluir, e esvaziar a sua autoconsciência de qualquer coisa que impeça o livre movimento do elo da divindade dentro de você que responde ao Amor. Ao mesmo tempo, sinta as raízes de seu ser interagindo resilientemente com a Terra consciente, e a consciência expandida lhe infunde-lhe os mosaicos dos sons mais celestiais.

Juntando os últimos meses do ano, no final de novembro, um novo sentimento de sobriedade banha a humanidade global, livre da intoxicação de mentiras e enganos a que a maior parte do mundo se tornou se habituado. Menos subterfúgios é o resultado de ter a verdade mais facilmente compreendida, não só sobre a natureza das mentiras e aqueles que lhes deram, mas também da consciência crescente de que a natureza da realidade é muito, muito maior do que o limitado que você conheceu. O que dará origem a isso? Pouco mais do que ter essa realidade superior à sua porta acenando olá.

NOSSO CONSELHO:
Adquira o hábito de perdoar e deixar de lado o acúmulo de crenças que cercam as coisas que fizeram parte da sua experiência. Perdoe aqueles que o prejudicaram, não porque você está deixando-os fora do gancho, mas porque você já não precisa sentir o peso de se pendurar no gancho com eles. Perdoe o mundo por ser inadequado à tarefa de dar tudo a todos, pois esse não foi o propósito do sagrado ser interior da consciência planetária. O planeta é sustentador, mas em parceria com as criaturas que habitam sua cúpula da vida. Perdoe-se também por sucumbir à fraqueza, por viver fora de sincronia com a sabedoria sagrada, por ter algum grau de ignorância para protegê-lo da plenitude da grandeza da vida. Uma vez que você trabalha com o DEIXAR IR, você pode experimentar mais facilmente a Alegria.

ATÉ O FINAL DO ANO, ESPERE ESTAR EM UM LUGAR MUITO DIFERENTE DE ONDE VOCÊ ESTÁ NO SEU INÍCIO.

Este é o tempo da transformação, o tempo da recalibração, da redefinição de tudo o que significa ser humano. Seu maior desafio para 2017 é liberar ideias ultrapassadas de quem você se considerou ser, quem tem sido visto como o “outro”, o que definiu os parâmetros da vida e aonde você tem seu lar dentro do playground universal da alma.

Recusamo-nos a revelar instâncias, nomes e eventos específicos, pois isso está em contraposição direta à diretriz de seu próprio desejo de descobrir e responder de acordo com tudo o que você se amalgamou para estar dentro do momento presente que você compartilha.

Contudo, há uma orientação suficiente para que você seja mais consciente, mais capaz de responder de formas que correspondam à mais alta ressonância de ser que vocês estão dentro de seu direito como seres humanos de reivindicar: o do Humano Divino, Do Observador Esclarecido, De Participante Sensível no desdobramento da história em um momento em que as ações que você toma têm consequências de longo alcance, dentro de seu mundo e além dele.

É nossa esperança que no momento em que 2017 chegue a seu próprio tempo de transformação em uma nova página de calendário, que vocês se acolheram como novos seres em uma realidade livre das concepções construtivas do passado, livres da mão opressiva de movimentos sombrios por forças malignas.

Estamos prontos para recebê-los como vizinhos e amigos, Família na Humanidade Galáctica que engloba muitos mundos a qual acena para vocês despertarem para o convite de nos saudar como tal.

Não há tempo para desperdiçar, queridos amigos. Momentos de entropia (degradação da energia do sistema) se transformarão em confusão esmagadora, na atmosfera atual de inteligência energética altamente carregada que você está agora, se você decidir ficar preso em um vórtice insustentável de negação.

Há tanto para abrir corações, mentes e braços neste momento do tempo. Deixamos vocês agora para considerar nossas palavras, e com uma bênção dos Peregrinos Das Estrelas e Do Tempo, que mantiveram seu mundo em Amor e com a devoção eterna nascida do reconhecimento/identificação e da lembrança/memória.

Bem-vindo a mudança, e abrace cada momento do tempo que lhe traz mais perto da reunião com Você Mesmo, No Conhecimento Divino, e Paz.”

Direitos Autorais:

Maryann Rada
https://luminousdimensions.wordpress.com/2017/02/20/in-the-interest…

Tradução: Vilma Capuano a href=”mailto:vilmacapuano@yahoo.com.br”>vilmacapuano@yahoo.com.br

Anúncios

CHEGOU AOS 50? APROVEITE ESSA ÉPOCA PERFEITA PARA AMAR

Os famosos anos de prata, depois dos 50 anos, é uma época excelente para investir em relacionamentos. Talvez você queira de se aproximar mais intimamente do seu parceiro, ou, se for solteiro, se abrir para novas conquistas. Seja qual for a razão, qualquer pessoa com mais de 50 anos irá lhe dizer que os relacionamentos melhoram com a idade… e por quê?

1. Autoconfiança

Depois dos 50 anos, você é a melhor versão de si mesmo! É fácil identificar a sua verdadeira personalidade e preferências como indivíduo e também o que procura na vida. Você sabe que você deve se concentrar nas coisas que são importantes. Esta nova autoconfiança pode ajudá-lo a viver no momento e abraçar suas escolhas. Há também menos vergonha e autoconsciência debilitante, e bem mais autoconsciência confiante.

2. Espontaneidade

Uma vez que os filhos saíram da casa, um súbito ar de espontaneidade e de arriscar mais entra na sua vida, e até mesmo se expressa em sua vida amorosa. Se você e seu parceiro de repente decidem tirar férias ou passar uma noite romântica juntos na cama, você tem que admitir que há uma série de benefícios para ter um “ninho” vazio.

3. Sem pressão

Uma vez que você atingiu uma certa idade, o nível de pressão sobre o seu desempenho físico na cama desaparece. Torna-se mais sobre como você se sente no momento e não sobre quanto tempo pode durar uma relação íntima. Ter relações depois de 50 anos é mais sobre a ligação com o seu parceiro e descobrir ainda mais os prazeres um do outro.

4. Deixando o passado para trás

Quando somos jovens, temos uma tendência a nos comparar com nossos parceiros do passado com os atuais, mas depois dos 50 esses sentimentos competitivos ou até mesmo de culpa desaparecem. Hoje, você é capaz de entender suas relações como uma maneira natural, íntima e até mesmo bela de demonstrar seu amor pelo parceiro.

5. Sem preocupações

Depois de ter atingido os 50, as preocupações tendem a desaparecer. Isso não é apenas verdade em seu nível diário de estresse, mas também em sua vida amorosa. Quando se é mais jovem, a tendência é pensar sobre o significado de fazer amor e quais implicações isso poderia ter. Mas à medida que envelhecemos, essas considerações não são mais relevantes e é hora de dizer adeus a um relógio biológico.

6. Espiritualidade

Acredite ou não, fazer amor pode ser uma experiência espiritual. O amor espiritual é conhecido em algumas culturas como “amor tântrico”, o que não se refere apenas ao prazer físico e emocional de experimentar um orgasmo, mas à profunda e até mesmo ligação mística que ocorre quando você está nesse momento. No amor espiritual, duas pessoas podem se conectar, ver suas almas se fundirem, e aprender mais sobre seu parceiro e o que eles gostam. Embora possa soar um pouco estranho, definitivamente vale a pena tentar!

7. O Orgasmo

Algumas pessoas afirmam, especialmente as mulheres, que depois dos 50 anos é possível chegar a um orgasmo com mais frequência e mais facilidade. Com a idade, o corpo é mais sensível durante o ato a dois! Isso torna mais fácil para as mulheres chegarem ao orgasmo mais rápido e mais poderoso do que elas podem ter em sua juventude. Isso também significa que os homens obtêm um pouco de uma pausa em termos de sua “carga” de trabalho.

8. Tempo livre
Este é um fator importante de mudança de jogo em sua vida amorosa. Enquanto antes, havia um milhão de coisas se passando pela sua cabeça, tornando difícil concentrar-se, uma vez que você atingiu a idade da aposentadoria, você tem muito mais tempo livre e uma carga muito mais leve em seus ombros. Você deve usar este tempo livre para conhecer os seus desejos e os desejos do seu parceiro e o que os faz sentir bem, pois é certo que essas maravilhosas dicas melhorarão drasticamente o seu tempo juntos na cama.

9. Clareza

Quando jovens, fazer amor é uma experiência complicada, cheia de emoção e preocupação, que é difícil, senão impossível de descrever. Uma vez que você alcança os 50 anos, você gastou o tempo com seu esposo e sabe como sua vida amorosa funciona. Agora você se sente mais confortável na cama. Ao atingir a idade do ouro, você começa a perceber que a vida é curta e que vale a pena correr riscos e permitir-se mais durante a relação íntima. Seu senso de clareza e equilíbrio podem ajudar a disparar o seu amor para novas experiências!

FONTE: www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=8866

2016 FOI O ANO MAIS QUENTE JÁ REGISTRADO NA HISTÓRIA

Posted by Thoth3126 on 19/01/2017

Recorde de temperatura média anual no planeta é quebrado pelo terceiro ano consecutivo. Entre os dez anos mais quentes já registrados, nove pertencem ao século 21. O ano de 2016 é o mais quente já registrado desde que as primeiras medições em escala global começaram a ser feitas. Esse também foi o terceiro ano consecutivo em que o recorde foi quebrado.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

2016 foi o ano mais quente já registrado na história. Recorde de temperatura média anual no planeta é quebrado pelo terceiro ano consecutivo. Entre os dez anos mais quentes já registrados, nove pertencem ao século 21. 

Fonte: http://www.dw.com/

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (18/01) pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos EUA (NOAA, na sigla em inglês), que comparou as medições do ano passado com registros que remontam a 1880.

Segundo a agência, a média de temperatura da Terra em 2016 ficou 0,94°C acima da média registrada em todo o século 20, que foi de 13,9°C. Em relação a 2015, as temperaturas ficaram 0,04°C acima. Ainda segundo a NOAA, no século 21 já foram registradas cinco quebras de recordes (em 2005, 2010, 2014, 2015 e 2016).

Entre os dez anos mais quentes da história dos registros, apenas um, 1998, pertence ao século passado. Naquele ano, o fenômeno meteorológico El Niño foi especialmente forte.

A organização também compilou outros dados preocupantes, apontando que, por exemplo, tanto no inverno quanto na época do degelo, a superfície de gelo do Ártico atingiu a sua menor extensão desde 1979, quando os dados começaram a ser registrados com regularidade. Já na Antártida, no inverno, a extensão do manto de gelo oceânico foi a décima mais baixa, e no degelo foi registrado o nono mínimo em termos de área coberta de gelo.

A América do Norte também registrou o seu ano mais quente desde que registros continentais começaram a ser feitos, em 1910. Para a Europa, 2016 foi o terceiro ano mais quente, depois do pico de 2014 e do segundo lugar de 2015, ou seja, os últimos três anos tiveram as mais altas temperaturas dos últimos 107 anos.

Alguns países também registraram recordes individuais. Na Índia, por exemplo, a cidade de Phalodi registrou a temperatura de 51°C em 19 de maio, a mais alta já verificada no país. O mesmo ocorreu em países como o Irã e o Iraque, que registraram temperaturas superiores a 53°C.

Em partes da Rússia ártica, as temperaturas registradas foram de 6°C a 7°C mais altas que a média, segundo o texto. Em outras regiões árticas e subárticas da Rússia, do Alasca e do noroeste do Canadá, elas ficaram pelo menos 3ºC acima da média. 

O aumento de temperaturas foi associado a registros recordes em outros fenômenos, como a diminuição do gelo ártico e incêndios florestais, e ao aumento de fenômenos extremos, como ciclones, maremotos e secas.

Os dados de 2016 elaborados pela NOAA foram atestados pela Organização Meteorológica Mundial, uma agência ligada às Nações Unidas. (JPS/lusa/efe/ots)


{N.T.- “Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Vocês vão ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes. Deverão acontecer  fortes TSUNAMIS e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e uma emissão de energia solar que fará importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. Excerto do post: http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/ }


E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo”. Apocalipse16:8

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes !

www.thoth3126.com.br

A CURA DO ENVELHECIMENTO

Pílulas, células-tronco, dietas e tratamentos para evitar doenças e regenerar órgãos. Conheça as novas armas da ciência para nos manter com aparência jovem para sempre.

Revista Galileu – por Priscilla Santos

O soldado e explorador espanhol Juan Ponce de León (1460-1521) já havia acompanhado Cristóvão Colom­bo em sua segunda viagem à América quando come­çou sua busca pela mitológica Fonte da Juventude. Os nativos de Porto Rico, onde Ponce havia criado uma colônia, diziam existir tal fonte misteriosa capaz de proporcionar a jovialidade eterna para quem em suas águas se banhasse. O viajante nunca a encontrou – acabou foi descobrindo a Flórida, ironicamente o estado americano hoje com a maior proporção de idosos. Ponce de León não foi o único a procurar incansavelmente por uma forma de ser jovem para sempre. A busca pela imortalidade e pela juventude eterna sempre fascinou o homem, único animal que tem consciência da própria morte – e por isso sofre.  mas nunca esteve tão próxima de ser alcançada. Co­mo Ponce de Leóns contemporâneos, os cientistas do século 21 vêm perseguindo o fim da maior causa de morte do mundo: a velhice. Por consequência, as doenças decorrentes dela. E parecem estar mais pró­ximos de, no mínimo, postergá-Ia. “Os avanços da área biológica que surgem nesse começo de século indicam que muitos de nós poderemos chegar facil­mente aos 100, 150 anos”, diz o professor do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Stevens Rehen.

Prolongar a vida seria apenas uma consequência de fazer as pessoas serem mais saudáveis por mais tempo. Esse é o principal objetivo da nova ciência do antienvelhecimento, que pretende atacar de uma só vez todas as formas de deterioração do corpo para fazer com que o nosso relógio biológico corra mais devagar. Assim, ficaríamos longe de doenças decor­rentes da idade avançada – como Alzheimer, demên­cia, diabetes e doenças cardíacas – por mais tempo. Atacar a velhice, portanto, seria a melhor e talvez única forma de nos afastarmos dos males provocados por ela. Combater uma a uma as doenças – algo que desde sempre fazemos – não surtiria grandes efeitos. Nos Estados Unidos, por exemplo, se os problemas de coração fossem totalmente eliminados, a expectativa de vida não subiria mais do que três anos. O mesmo que proporcionaria uma cura milagrosa para o câncer. “O risco de doenças fatais dispara após os 60 anos. Assim, mesmo que evitemos o ataque cardíaco, outros problemas vão nos pegar”, afirma o escritor de ciência e medicina americano David Stipp, autor do livro The Youth Fill (A Pílula da Juventude, sem edição no Brasil), lançado no ano passado. Por isso, a maneira de aumentar a expectativa e a qualidade de vida para valer é evitar chegar nesse estágio em que já estamos mais fracos e vulneráveis a doenças.

Injeção antivelhice

Em novembro passado, pesquisadores do Institu­to de Câncer Dana-Farber, da Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos, publicaram um estudo que contrariou um dos principais conceitos sobre o processo de envelhecimento: o de que ele é irreversível. Eles conseguiram, pela primeira vez, rejuvenescer ratos de laboratório. O experimento foi baseado num meca­nismo que rendeu, um ano antes, o Prêmio Nobel de Medicina a outros três cientistas americanos: a relação entre o processo de envelhecimento e os telômeros, uma espécie de capinha que protege a ponta de cada cromossomo dentro de nossas células – numa compa­ração grosseira, o telômero assemelha-se àquele reves­timento plástico presente na ponta dos cadarços de um tênis. A cada vez que a célula se divide, essa capinha se encurta um pouco. Depois de 50 a 80 duplicações a célula não consegue mais se multiplicar – após os 35 anos de idade, os efeitos desse processo já começam a ser sentidos. O tempo passa e, sem células novas e com algumas mortas ou inativas, nossos órgãos começam a se deteriorar. É a velhice.

Nascemos com um mecanismo capaz de driblar esse processo, uma enzima chamada telomerase. Ela repara as tais capas protetoras dos cromossomos após cada divisão celular. Porém, após a infância, sua concentração cai drasticamente. Fazer com que ela volte a crescer é um dos caminhos para postergar o envelhecimento – ou até mesmo revertê-Io. No estudo de Harvard, os cientistas criaram ratos geneti­camente modificados de forma que não produzissem a telomerase. Como resultado, os animais envelhe­ceram rapidamente. Os sinais incluíram diminuição do cérebro e do olfato, danos no baço e intestinos, além de doenças como osteoporose e diabetes. Com apenas um mês de ingestão de telomerase, no entanto, tais sintomas sumiram. Os ratos voltaram inclusive a ser férteis e desenvolveram neurônios, sem contar uma invejável melhora na pele. “O que vimos não foi a desaceleração ou estabilização do envelhecimento, mas algo muito mais incrível: uma reversão dramá­tica dele”, afirma Ronald DePinho, coordenador da pesquisa. “É possível imaginar que um homem de 90 anos voltaria a ter a saúde que possuía aos 40 ou 50”, diz. Porém, apesar de ter sido bem-sucedido em ratos, o tratamento ainda não foi testado em huma­nos. E não há perspectiva de que isso aconteça nos próximos anos. “Ainda temos muito trabalho pela frente. O próximo passo é descobrir em que estágio da vida as pessoas precisariam se submeter à injeção de telomerase”, afirma DePinho. Em paralelo a isso, ainda seria preciso ultrapassar um grande empecilho: o potencial risco de câncer.

Fora do período de gestação e infância, a telomerase só retorna em grandes quantidades nas células can­cerosas – sabe-se que 90% dos tumores possuem a enzima. Aliás, é por isso que elas se reproduzem inces­santemente. “Se você persegue a imortalidade, é o que, de um modo perverso, também fazem as células com câncer”, diz o oncologista e professor de medicina da Universidade Columbia, Estados Unidos, Siddhartha Mukherjee, autor do recém-lançado livro The Emperor of All Maladies: A Biography of Cancer (O Império de Todas as Enfermidades: Uma Biografia do Câncer, sem edição no Brasil).

Além da vantagem óbvia para todo mundo de pos­tergar a chegada da velhice, um grupo específico de pessoas se beneficiaria caso os pesquisadores conse­guissem resolver as contraindicações desse tipo de tratamento. Trata-se de indivíduos que, por conta de uma sequência genética, têm menos telomerase desde a gestação. Consequentemente, envelhecem mais rá­pido e chegam a ser biologicamente até dez anos mais velhos do que outras pessoas da mesma idade. Essa sequência de DNA foi mapeada em fevereiro do ano passado por cientistas da Universidade de Leicester, no Reino Unido. Em um estudo com 3 mil pessoas, 45% delas carregavam ao menos um gene da sequência. Os pesquisadores acreditam que um mapeamento desse tipo possibilitaria prescrever estilos de vida saudáveis àqueles mais propensos aos males do envelhecimento. Além de exercícios físicos, uma dieta com poucas calorias entraria na receita. Pois é sabido, e cientificamente provado, que quem come menos, vive mais.

300 taças de vinho

Uma dieta diária entre 1.200 e 1.400 calorias – 30% a menos do que a sugerida pela Organização Mundial da Saúde – poderia aumentar nossa expectativa de vida média para 120 anos. Algumas pessoas chega­riam, então, aos 150. Mesmo que você começasse a comer menos aos 30, ainda teria chance de prolon­gar seu tempo na Terra ern sete anos. É atrás dessas promessas que ao menos 2 mil pessoas praticam a dieta de baixa caloria no mundo. Esse é o número de membros da Sociedade de Restrição Calórica. Apesar da matriz estar localizada nos Estados Unidos, há in­tegrantes de várias partes do planeta, inclusive cinco do Brasil (que não se identificam). Os resultados dos pratos moderados têm sido positivos. Dados divulga­dos pela Sociedade atestam que os adeptos da dieta registraram queda significativa da pressão sanguínea, perda de quase 70% da gordura corporal e redução de 80% do nível de insulina no sangue, o que, no mínimo, faz cair o risco de doenças cardíacas e diabetes. Pratos mais comportados também são a receita milenar dos habitantes do arquipélago japonês de Okinawa – é lá que estão as pessoas que mais vivem no mundo. A proporção de centenários nas ilhas é de 50 para cada 100 mil moradores, enquan­to nos demais países cai para dez a cada 100 mil. A população de Okinawa é de cerca de 1,3 milhão. Não por acaso, um prato típico no arquipélago tem 17% menos calorias do que no restante do Japão.

A teoria mais aceita de por que comer pouco nos faria envelhecer mais devagar é evolutiva. Os efeitos benéficos das baixas calorias se devem a um meca­nismo chamado starvation response, ou resposta à fome, em português. Nos primórdios da humanidade, durante os períodos de grandes secas ou mudanças abruptas no clima, ficava difícil encontrar alimento. Era natural, portanto, que, sob a ameaça de inanição, o organismo concentrasse seus esforços na proteção dos processos essenciais à sobrevivência. A energia do crescimento e reprodução (mecanismos traba­lhosos para o corpo) era deslocada para o reparo e manutenção constante das células. Isso fazia com que as pessoas envelhecessem mais devagar. Tudo não passava de um truque da natureza para garantir a continuidade da espécie: ao conservar o corpo, o intuito era preservar aqueles indivíduos para se re­produzirem assim que as coisas melhorassem.

Em cinco anos, o laboratório Sirtris Pharrnaceu­tical promete colocar no mercado uma pílula que imita os efeitos de se comer pouco, mesmo que você siga uma dieta normal. O princípio ativo – já comer­cializado em medicamentos para diabéticos e como suplemento alimentar – é o resveratrol, substância encontrada na casca da uva roxa. É sua presença que confere ao vinho tinto benefícios ao coração. E explica o que os cientistas chamam de “paradoxo francês”: a baixa mortalidade por doenças cardíacas na França, mesmo com uma dieta tão rica em gordura. Graças ao hábito comedido que a população tem de beber vinho quase que diariamente. Além dos benefícios ao coração, também há evidências de que o resveratrol reduza o risco de Alzheimer, derrame, diversos tipos de câncer, perda de audição e osteoporose – todos problemas comuns no envelhecimento. Já provocar o aumento dos anos de vida é algo que ainda precisa ser provado em humanos. Mas o resultado em animais se mostrou estimulante.

Em 2006, pesquisadores da Escola de Medicina de Harvard realizaram estudos liderados por David Sinclair – não por acaso, fundador da Sirtris Phar­maceutical, hoje pertencente à gigante inglesa Gla­xoSmithKline. No experimento, cientistas superali­mentaram roedores com uma dieta rica em gordura. Em paralelo, forneceram a eles doses de resveratrol. As cobaias ficaram obesas. Ainda assim, seu tempo de vida se estendeu a um patamar igual ao dos ratos que comiam com restrição. Para obter esses efeitos com vinho seriam necessárias 300 taças por dia, ou seja, algo impensável até para o mais bebum dos se­res humanos. O que justifica a corrida da indústria farmacêutica atrás das pílulas.

Os medicamentos que imitam dietas metódicas serão uma aplicação mais concreta dos pioneiros estu­dos sobre antienvelhecimento. A primeira importante pesquisa científica que provou que restringir calorias poderia prolongar a vida foi divulgada em 1934. O estudioso de nutrição da Universidade de Cornell, Estados Unidos, Clive McCay, manteve ratos em um estado de quase fome por quatro anos e os assistiu vi­ver 85% mais tempo do que a média. Um dos animais chegou aos 3 anos e 9 meses de idade. Como, cinco anos antes, dois cientistas tinham ganhado o Prêmio Nobel pela descoberta das vitaminas, pareceu uma pequena heresia dizer que passar um pouco de fome poderia nos fazer bem. Mais recentemente, no iní­cio dos anos 2.000, cientistas do Centro Nacional de Pesquisa em Primatas de Wisconsin revelaram bons resultados com macacos mantidos em uma dieta 30% menos calórica do que seus colegas. Além de magros, estavam no auge da vida. Enquanto os que comiam normalmente se movimentavam lentamente e viam cair mais pelos, entre outros sinais de velhice.

Em 2015, 2016, com o medicamento nas farmácias, a Sirtris deve se tornar a indústria referência em antienvelhecimento. Além do resveratrol, seus laboratórios estudam outra substância capaz de imitar os efeitos de uma dieta de baixa caloria: a rapamicina. Hoje usado para evitar rejeição em transplante de órgãos, o princí­pio ativo fez com que ratos de meia-idade vivessem de 28% a 38% mais tempo, segundo um estudo divulga­do pela revista Nature em meados de 2009. Mais uma pesquisa que mostra que há esperanças para prolongar a vida mesmo quando já está desgastado. Esta também é a promessa da medicina regenerativa.

Bioengenharia

No ano passado, um grupo de mulheres teve uma oportunidade de ouro: após serem mutiladas devi­do ao câncer de mama, viram crescer seios 100% naturais, a partir de suas próprias células. A técnica que soa como milagre foi desenvolvida após quase uma década de estudos pela empresa de biotecnologia americana Cytori Therapeutics, que pretende trazer o método para o Brasil ainda este ano. Permite dupla recauchutagem: as células que dão origem ao novo seio são extraídas de uma cirurgia plástica para tirar gordurinhas indesejadas. O procedimento começa com uma lipoaspiração, por exemplo, na barriga. Da gordura são colhidas células-tronco, capazes de se multiplicar para gerar tecidos de outras partes do corpo, como a mama. Elas são, então, aplicadas na região do peito. Conforme crescem, formam um novo seio, sem risco de rejeição.

A descoberta de células-tronco na gordura foi um grande avanço para a medicina regenerativa. Somente no Brasil, são realizadas mais de 200 mil lipoaspi­rações por ano. No ano passado, Radovan Borojevic, diretor do Programa Avançado de Biologia Celular Aplicada à Medicina da UFRJ, conseguiu, de forma inédita no Brasil, autorização da Comissão Nacio­nal de Ética em Pesquisa (Conep) para manipular células-tronco de gordura. “Esse material pode ga­rantir reserva para a velhice, para sanar as doenças naturais do passar dos anos e até diminuir as rugas”, diz. Quem fizer uma lipoaspiração aos 20, por exem­plo, pode chegar aos 60 e usar as células guardadas para preencher a pele envelhecida e se livrar dos pés de galinha. Como as células terão a memória de sua juventude, será possível fazer o que nenhum cosmético ou Botox jamais conseguiu: ter cara de 20, aos 60. O procedimento, cujo efeito dura de quatro a cinco anos, já está em fase de testes. Em três meses, Borojevic realizou 70 implantes de células antirrugas – os interessados podem se inscrever para os testes no Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ. Mas esta é apenas a mais frívola das promessas da bioen­genharia. “Com as técnicas, vamos envelhecer muito melhor do que os nossos avós”, afirma Borojevic.

Experimentos em humanos mostraram que o im­plante de células-tronco pode reparar órgãos vitais. Entre eles, o coração, que teria benefícios como o aumento da quantidade e bombeamento de sangue após infartos, diminuição da área de tecidos mortos e melhora da capacidade respiratória em casos de doenças cardíacas crônicas. Outro resultado positivo é a redução da incontinência urinária em pacientes que passaram por cirurgias de próstata. “A medicina regenerativa para problemas do envelhecimento será de fato composta por peças de substituição”, afirma o gerontologista inglês criador da Fundação Sens, de es­tudos de biotecnologia para rejuvenescimento, Aubrey de Grey, polêmico, entre outras coisas, por afirmar que a velhice é uma doença à espera de cura.

A hora da morte

Com sua aparência de Matusalém, apesar dos 47 anos de idade, De Grey acredita que podemos ser imortais e que os homens que vão viver mil anos já nasceram. Passar mais tempo na Terra do que o próprio personagem bíblico, que teria morrido aos 969, seria possível graças ao desenvolvimento da engenharia para impedir que nossas células enve­lheçam e da reposição de órgãos e tecidos. “Uma vez que a medicina regenerativa se desenvolver, o limite biológico do corpo desaparecerá.” A ideia gerou tanta controvérsia na comunidade científica que, em 2005, o Massachusetts Institute of Technology (MIT) lançou um concurso que premiaria com US$ 20 mil quem conseguisse provar que a tese de Aubrey era descabida. Cinco inscrições foram analisadas por um júri composto por cabeças como o geneticista Craig Venter. Ninguém levou o prêmio.

A crença de que a ciência e a tecnologia nos permi­tirão redesenhar o próprio corpo para nos fazer viver muito mais, até indefinidamente, guia uma corrente filosófica chamada transhumanismo, Os seguidores do pensamento acreditam que por meio de áreas de conhecimento emergentes como biotecnologia, inte­ligência artificial. robótica e nanotecnologia, podere­mos superar a própria condição humana. “O homem não é o final da evolução biológica, e sim o começo de uma evolução tecnológica”, afirma o engenheiro venezuelano formado pelo MIT e que já trabalhou para a Nasa, José Cordeiro, grande divulgador do transhumanismo na América Latina. Ele acredita que assistiremos à morte da corte – e que não há nada de antinatural nisso, o propósito da vida é mais vida. Além do mais, niguém quer morrer, ainda mais se tiver a oportunidade de não ficar velho.”

A visão de que vale a pena manipular nosso corpo a qualquer custo para ser jovem, para sempre encontra olhares críticos. “Essa pretensão de vida eterna é um erro existencial, uma arrogância do homem em querer inventar uma vida que não é sua. Pois a finitude é um atributo da nossa vida, e é o que a faz ser boa”, afirma o cientista político Clóvis de Barros Filho, professor de ética da Escola de Comunicação e Artes da Univer­sidade de São Paulo (USP). É uma ilusão narcisista acreditar que se vai viver em gozo eternamente. Ficar dos 60 aos 120 curtindo a aposentadoria e nun­ca aceitar o dissolver que é o nosso destino”, diz a filósofa e terapeuta Reina Frave, de São Paulo, que acredita que a longevidade sem fim seja fruto da solidão, do desamparo e do medo gerado pelos problemas da velhice e proximidade da morte. Ou como escreveu o escritor argentino Jorge Luis Borges (1899-1986) no conto O Imortal, publicado no livro O Aleph: “Dilatar a vida dos homens é como dilatar sua agonia e multiplicar o número de suas mortes”.

Mesmo que a medicina conseguisse fazer com que as pessoas tivessem saúde e disposição para trabalhar até os 100, provavelmente não haveria mercado para todos. Com uma superpopulação de idosos, a pre­vidência social certamente iria quebrar. “Não adianta chegarmos aos 200 anos se não resolvermos esses problemas”, diz a presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Silvia Regina Mendes Pe­reira, que acha positivo o esforço dos cientistas para evitar doenças como diabetes ou Alzheimer, desde que a qualidade de vida seja encarada de forma global. “E isso passa por vários aspectos. Um deles, sim, é a saúde, mas também há o psicológico e o social.”

As transformações no mundo caso as pessoas pas­sem a viver décadas ou até séculos a mais são inevi­táveis. Mas, para De Grey, compensaria enfrentá-las. “Essas dificuldades não superam os benefícios da eliminação de doenças relacionadas à idade, como problemas cardiovasculares e câncer”, afirma. Mesmo porque esses problemas terão que ser pensados de imediato. Pois, antes mesmo das pirotecnias cientí­ficas se tornarem realidade, a longevidade no mundo só cresce. Para se ter ideia, vivemos 25 anos a mais do que um século atrás. Nos países desenvolvidos, a expectativa de vida aumenta cinco horas por dia. Ou seja, já há motivos suficientes para a ciência se preocupar com os muitos que, em tempos anteriores às pílulas que simulam fome ou injeções de enzimas e células-tronco, fazem muito mais aniversários do que um dia nossos avós jamais poderiam imaginar.

O profeta da imortalidade

O cientista do envelhecimento Aubrey Grey afirma que, em 2030 estaremos vivendo até os 130 anos. E que os homens que farão mil aniversários já nasceram. A seguir ele conta como isso será possível.

– Por que envelhecemos?

– Aubrey Grey: Porque o corpo humano, como qualquer máquina, causa danos a sim mesmo como efeito colateral natural de sua operação. Esse prejuízo se acumula ao longo da vida. Por um longo tempo quase não afeta a habilidade do corpo para funcionar, mas, eventualmente, provoca doenças e incapacidade.

– As pessoas que viveriam mil anos precisariam constantemente substituir peças, como um robô?

– Aubrey Grey: De fato, a maior parte das técnicas serão compostas por peças de substituição, mas a um nível microscópico. Em alguns casos, podemos trocar órgãos inteiros. Porém, mais frequentemente, serão células ou moléculas.

– Mesmo pessoas sedentárias, com excesso de peso e estressadas serão capazes de viver mais?

– Aubrey Grey: A medicina regenerativa vai permitir que as pessoas ultrapassem por uma larga margem a longevidade que qualquer um consegue atualmente, mesmo com a melhor vida possível, mesmo aqueles com uma genética privilegiada. Então, sim, estas terapias irão funcionar em todos, mesmo naqueles com um estilo de vida ruim.

– Existe limite biológico para a vida dos seres humanos?

– Aubrey Grey: Há de fato um limite biológico para quanto tempo as pessoas podem viver, porque certos aspectos do nosso metabolismo, como a respiração, são inevitáveis e acumulam danos moleculares e celulares. Porém, uma vez que se desenvolvam técnicas de bioengenharia para reparar esses danos, não haverá mais limites para a vida do homem.

– Como lidar com as consequências sociais de se ter uma superpopulação?

– Aubrey Grey: A eliminação do envelhecimento vai mudar o mundo. E precisaremos agir diante de muitas dessas transformações; no entanto, essas dificuldades não superarão os benefícios da eliminação de doenças como câncer e problemas cardiovasculares.

– Viver mais significa viver melhor?

– Aubrey Grey: não necessáriamente. Mas o trabalho em minha fundação de estudos em engenharia de rejuvenescimento, a Sens, foca em viver melhor, ou seja, adiar o processo das doenças da velhice. A longevidade será um efeito colateral: só ocorrerá porque as pessoas serão mantidas saudáveis.

– você aplica técnicas de medicina regenerativa em si mesmo? Já testou alguma?

– Aubrey Grey: Estou ansioso para me beneficiar destas terapias. Não faço isso simplesmente porque, na prática, elas ainda não existem.

FONTE: www.methodus.com.br/artigo/641/a-cura-do-envelhecimento.html

POTENCIAL DE ELEVAÇÃO DA CONSCIÊNCIA HUMANA

Posted by Thoth3126 on 20/02/2017

Bem-vindos à Divulgação Cósmica. Eu sou seu anfitrião, David Wilcock, e novamente estamos aqui com Corey Goode, um informante insider de programas secretos que tem uma verdadeira e notável amplitude de informações, em uma variedade de projetos altamente secretos, no nível cósmico top-secrets e mais acima, que é de 35 níveis acima ao sigilo do próprio Presidente dos EUA. Nós já falamos sobre o treinamento intuitivo, e como os programas de que Corey participou e outros membros de quem eu falei que também participaram dos mesmos programas, treinaram-no para se tornar mais psíquico, para ter maiores poderes e capacidades…

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

DIVULGAÇÃO CÓSMICA: O Potencial de Elevação da Consciência Humana

Fonte: https://spherebeingalliance.com

E, tudo isso, em última instância, construir até o “corpo (de LUZ) do arco-íris” – um assunto muito interessante da prática meditativa budista tibetana. Entăo, Corey, bem-vindo de volta ao show.

CG: Obrigado.

DW : Então, o corpo do arco-íris tibetano parece ser o núcleo para onde toda essa discussão está finalmente nos levando. Eu escrevi sobre isso extensivamente. Para aqueles que ainda não sabem, no caso de serem novos com isso, o corpo do arco-íris é algum tipo de transmutação do corpo físico no momento da morte. E o núcleo da prática parece ser – permanecer num estado contínuo de meditação, e ter cada pensamento como sendo um pensamento amoroso. Obviamente, o que você descreveu no episódio anterior é algo muito perturbador – o tipo de treinamento que você disse que alguns desses caras no programa viram a si mesmos como um “Lord Sith” (de Star Wars).

CG: Sim. Eles se vêem como senhores do lado negro da força – Senhores Sith. Muito desse mito é uma parte de seu sistema de crenças.

DW : Sem ficar muito gráfico, eles estavam usando as coisas mais negativas que você pode fazer para outras pessoas como magia negra para melhorar essas capacidades que eles tinham?

CG: Sim.

DW: Então, você estava descrevendo pessoas que poderiam realmente jogar uma bola de energia para fora de sua mão e recortar metal com ela. Isto é apenas como golpear um pouco sobre o metal? Sobre o que estamos conversando?

CG: Não. Nós estamos falando como – “extremamente” desruptivo, empurrando portas de metal.

DW: Uau!

CG: Se fossem fazer isso a um ser humano, o ser humano não sobreviveria a isso.

DW: Quando eu estava conversando com Daniel antes (um dos membros de DW) ele estava descrevendo dois tipos de humano psíquico – “TPs” e “TKs”. TP é ser telepata e TK você é telecinético (movimenta objetos com poder mental). Será que eles nunca usaram-nos como no programa que você estava envolvido?

CG: As pessoas que tinham habilidades telecinéticas foram transferidas para outro programa.

DW: Daniel foi informado de que os TKs eram um entre mil pessoas, que são muito mais raras, mas que poderiam ser treinadas, assim como um telepata poderia ser treinado. Então, você experimentou a mesma coisa, que pessoas com habilidades telecinéticas poderiam ser treinadas para se tornarem mais eficientes?

CG: Qualquer uma dessas habilidades pode ser melhorada. Elas podem ser melhoradas através do treinamento. Eles também dão às pessoas injeções químicas que de alguma forma melhoram suas habilidades. Então, sim, todas essas habilidades podem ser melhoradas.

DW: Daniel também me disse que eles davam às pessoas uma escala de capacidade psi. E você tinha a letra “P” e depois um número. Então, eu acho que um P0 (zero) é como uma pessoa típica, sem nenhuma habilidade psíquica ou aptidão, e isso seria em relação à telepatia ou telecinésia. Um psíquico típico, alguém que nós realmente pensamos como realmente bom ainda seria apenas um P4. Mas no treinamento que ele passou, as pessoas que chegaram ao mais alto nível poderia ser até P8, P9 ou P10. Que, se você é telecinético, aparentemente eles usariam essas pessoas para comprimir a artéria carótida no pescoço de alguém, e matá-los por um coágulo de sangue no cérebro. Você estava ciente de habilidades psíquicas sendo usadas para assassinatos e esse tipo de coisa? Isso é parte do que eles estavam treinando?

CG: Sim, eles estavam usando algumas das habilidades para treinar esses jovens para serem capazes de matar, com habilidades telecinéticas. Este tipo de pessoa, ela começou sua formação como um adulto ou como uma criança?

DW: Sim, estavam trabalhando na base subterrânea de Montauk. Eles tinham uma maneira peculiar de se aproximar de você, onde eles simplesmente teriam alguém, aparentemente para iniciar uma conversa aleatória com você – “O que você acha sobre o ESP, o que você acha sobre ter habilidade psíquica?” E então, se você mostrasse interesse nisso, e você falasse que teve suas experiências e coisas assim, então eles diriam: “Bem, como acontece que há um programa, e você pode ter pagamento extra, e isso não afetará o seu horário normal de trabalho e você vai ser capaz de aprender um monte de coisas realmente legais … O que você acha? Você quer experimentar? “Isso é o modo como eles iriam recrutá-lo.

CG: Bem, a razão que eu perguntei é que um dos motivos pelo qual criaram o programa MILAB, é que as crianças entre as idades de 5 anos e antes de atingir a puberdade – se eles recebem essas crianças, especialmente eles as querem muito jovens – e se essas crianças que têm essas habilidades em uma idade muito jovem, e iniciam essas táticas de formação com elas, eles obtêm muito, muito, muito mais reforçada habilidades do que quando eles tentam treinar adultos. Se você tomar uma pessoa como você está falando, que é um adulto e for treina-lo e está nesta escala P e um dos MILABs que foi treinado e melhorado desde essa janela jovem, em seguida, se você fosse medi-los nesta mesma escala P, eles vão explodir essa outra pessoa.

DW: Eu acredito que Daniel disse que ele só chegou ao nível P7 e ele era um telepata. Eles também disseram algo estranho, que é, TPs e TKs são como um yin e yang do consciente e do subconsciente. Se você é telecinético então sua habilidade telepática é subconsciente e acontecerá mas você não pode controlá-la. E se você é telepata, então sua telecinesia é subconsciente e você não pode controlá-la. Você tem um ou outro, mas não ambos, é o que eles parecem que eles descobriram.

CG: Bem, você tem ambos, mas uma habilidade é muito fraca. Durante um monte de treinamento em IE (Intuitive Empath), coisas estranhas aconteceriam, com as coisas se movendo pelo chão e pelo outro lado da sala quando as pessoas estavam seriamente focadas em … especialmente quando estavam sendo aprimoradas tecnologicamente no treinamento de visualização remota e aperfeiçoamento intuitivo. Isso foi com esses jovens, nesta janela de idade que eu estou falando.

DW: Uma das coisas com que Daniel ficou realmente impressionado foi o filme de ficção científica “Babylon 5”. E o autor, J. Michael Straczynski apresentou este sistema de escala P no show. E uma das coisas que ele observou foi que alguns dos ETs em “Babylon 5” eram como P11 ou mesmo P12. A ele foi dito que não pode ir mais alto do que P10. Mas isso, obviamente, não é verdade.

CG: MmmMmm (de acordo)

DW: Foi o que ele disse.

CG: Sim, quando eles começam com pessoas na idade adulta, e começam a treiná-los com essas habilidades, eles já perderam uma grande janela. Quando você está em uma idade jovem, você não formou todas essas idéias preconcebidas do que é possível, do que não é possível. Sua consciência é mais maleável e, portanto – sua consciência é mais manipulável, sua consciência é o gatilho para suas habilidades. Então, esses jovens vão ser capazes de ser treinados e formados para serem capazes de fazer muito mais coisas do que alguém que tenha atingido a idade da puberdade e a idade adulta, e que já tem um sistema de crença estabelecido e idéias preconcebidas sobre o que é e não é possível.

DW: Por que você acha que essas práticas para desenvolver o corpo do arco-íris parecem exigir muito mais trabalho do que eles dando-lhe injeções e avanços tecnológicos para obter-lhe  habilidades como um psíquico.

CG: É sempre um atalho. Melhorar a si mesmo e evoluir na senda do caminho positivo é um caminho muito longo e difícil. Os aliens Blue Avians deram esta mensagem, para que nos tornássemos mais amorosos, perdoando a nós mesmos e aos outros, parássemos a roda do karma e nos concentrássemos diariamente em prestar mais serviço aos outros, elevando nossa consciência e elevando nossas vibrações . E, isso soa algo do tipo hippie, tipo florido, fácil de fazer, mas garanto-vos que é um caminho extremamente difícil de trilhar. Quando você pode andar um caminho negativo muito curto e irregular, e obter algumas habilidades muito fortes e interessantes – vai parecer um caminho mais interessante e factível para as pessoas (o caminho da Mão Esquerda, que leva servir às TREVAS).

DW: Por que você acha, nos filmes de Hollywood, que são sempre os personagens malignos que parecem ganhar poderes sobrenaturais, e então são sempre os personagens heroicos que têm que lutar contra eles com base em armas, e verdadeira sorte ?

CG: Bem, porque nos filmes – quem controla, e quem faz filmes em Hollywood? Eles querem promover, que seguir o caminho do ódio e do medo, o caminho das TREVAS, é o caminho mais poderoso e fácil. Essa é a maneira de ficar rico, famoso e poderoso; ser implacável em nossa sociedade. E ser bom é uma batalha muito dura e quase sempre perdida e inglória. Uma batalha muito difícil de vencer.

DW: Os tibetanos também praticavam magia negra (Nota Thoth: Hitler e os Nazistas tiveram a colaboração de membros de uma seita tibetana que praticava MAGIA NEGRA), e eu acho que as pessoas não percebem isso. Havia alguns praticantes muito negativos no Tibete que são descritos como em livros “Life and Teachings of the Masters of the Far East”. Uma das coisas de que fala ali é que alguns desses tibetanos magos negros, se quisessem assassinar alguém, tomariam uma faca ou um punhal e o carregariam com uma quantidade incrível de energia do ódio, e então, aparentemente, se fosse o suficiente, a pessoa alvo, gostaria de pegar a faca e realmente matar-se usando-a. Mas eles disseram que esta era uma forma extremamente perigosa de magia negra para praticar, porque quase invariavelmente, você acaba querendo usar a adaga para se matar. Ou algum tipo de mau karma acontece com a pessoa. Então, o que você acha que está acontecendo lá?

CG: Estas são leis naturais universais. Se você está usando o ódio e o medo como uma ferramenta, então as leis do karma vão sempre alcançá-lo. Parece que nós sempre vemos, eu não vou mencionar nenhum nome de políticos, essas pessoas realmente maléficas, horríveis, que parecem sempre fugir de tudo, e continuam e continuam fazendo coisas horríveis e eles nunca são, aparentemente punidos. Bem, eventualmente a LEI DO KARMA vai alcançá-los algum dia, e eles vão ser atingidos com tudo de uma vez só.

DW: Mas nós também vemos eles sendo atingidos por incríveis escândalos, ou eles ficam feridos de alguma forma. Parece que eles são obrigados a estar lá para preencher uma determinada descrição do seu trabalho, mas mesmo dentro de uma única existência humana, eu não acho que eles estão tendo muita diversão.

CG: Mesmo nós, que estamos tentando trilhar o caminho positivo, se não estamos sendo desafiados, com o yin o yang, se não estamos sendo desafiados pelo lado negro – o lado mais sinistro da moeda, não estamos realmente crescendo espiritualmente. Crescemos através da adversidade. Isso deixa muitas pessoas zangadas quando você diz isso. Eles dizem “me deixe em paz, me deixe em paz, eu vou sentar em uma posição de lótus, e eu vou meditar e vou crescer. E eu vou subir muito mais rápido do que se eu estivesse em um mundo onde todas essas coisas negativas estão acontecendo comigo”. E não é bem assim que as coisas acontecem para nosso desenvolvimento.

DW: Curiosamente, os tibetanos dizem que a pior coisa que você pode fazer é sentar, meditar e ter bem-aventurança o tempo todo. Eles advertem que você pode entrar no “reino dos deuses sem concepção (DISCERNIMENTO)” e que é uma coisa muito perigosa. Uma das coisas engraçadas que eles dizem, é que se você está em uma situação de medo extremo, o medo pela sua vida sendo ameaçada, como se uma matilha de cães selvagens estivesse perseguindo você e você está correndo – que, no momento em que você está correndo dos cães, isso é o mais próximo que você pode obter, de muitas maneiras, acesso para a consciência cósmica, para ter uma completa quebra do véu de quem e o que você realmente é.

CG: Bem, você nunca está mais “no agora” e se sente mais vivo do que quando sua vida física está em grande perigo.

DW: Você acha que essa é a base do porquê eles o colocariam nestas horríveis simulações, era tentar evocar esse “anseio da alma” para buscar o eu superior ou para Deus, para preservar sua vida?

CG: É para você ter foco em estar no momento do AGORA, para se concentrar na preservação da vida e para extrair a energia interior e poder que você tem através de sua consciência; que é “construída” para ajudá-lo com a preservação da sua vida.

DW: O que você acha que está acontecendo nestes casos documentados – você não ouve sobre eles como foi muito mais predominante nos anos 70 – de uma mãe cujo filho está preso sob um carro, e ela literalmente levanta o  carro   para salvar a criança. O que você acha que está acontecendo em um caso como esse?

CG: Bem, muita gente diz que é a adrenalina, e eles fizeram testes que provam que a adrenalina tem algo a ver com isso, mas muito disso é o poder da mente agindo sobre a matéria. Mas eu digo “sobre o que é o assunto”. É sobre o poder da consciência. E nossa consciência é extremamente poderosa. E mais do que provavelmente o que está acontecendo é, nossa consciência nesse momento do AGORA está mudando o mundo físico e/ou a matéria ao nosso redor, criando a realidade, que é quando você está mudando o resultado de uma situação.

DW: Meu instrutor do programa espacial, Jacob, disse-me que aquelas pessoas que documentaram esses casos foram muitas vezes seqüestradas secretamente e testadas em segredo. E o que eles descobriram foi que essas pessoas têm algum tipo de sobrecarga energética no seu DNA, e realmente danificaram seu DNA e muitos deles morreriam dentro de alguns anos ao fazer algo assim, porque parece ter estragado seu mecanismo biológico de alguma forma.

CG: Eles gastaram toda sua energia vital em um tipo de explosão de força.

DW: Então você concorda que isso pode ser prejudicial para nós neste nível se tentarmos juntar tanta voltagem ao mesmo tempo?

CG: Se não estamos espiritualmente evoluídos o suficiente para ser capaz de lidar com isso, sim.

DW: Então há uma maneira de gerar positivamente esse tipo de conexão, para que possamos lidar com o aumento de tensão sem quebrar-nos?

CG: Bem, sim, e temos que fazer isso agora. Com … Nosso sistema solar está entrando em uma parte altamente carregada e energética da galáxia e estamos experimentando alta energia agora que está afetando a psique das pessoas ao nosso redor. É obvio.

DW: Bem, parece que as pessoas estão passando por mais estresse em menos tempo do que nunca. A vida está ficando cada vez mais difícil.

CG: E o tempo parece estar se comprimindo e acelerando. E as pessoas que estão trabalhando em si mesmas para se tornarem mais amorosas e a serviço dos outros, elevando suas vibrações e consciência, abrindo suas mentes até este tipo de informação, essas vão estar muito mais preparadas e serão muito mais capazes de viver este tipo de TRANSIÇÃO PLANETÁRIA do que aqueles que são mais EGOÍSTAS e voltados a autogratificação dos sentidos e na exploração de outras pessoas.

DW: Os nazistas alemães, você disse, foram para o Tibete e pegaram pergaminhos e pessoas que sabiam lê-los, e você disse que realmente eles tinham planos para construir “vimanas”, certo?

CG: UmHm (sim)

DW: Então, se eles estão encontrando essas culturas, onde cada pensamento é suposto que deva ser um pensamento amoroso, e que lhe dá poderes mágicos, como diabos eles conseguiram uma filosofia espiritual de magia negra no Tibete? Acho que algumas pessoas podem ter problemas para entender como isso poderia ter acontecido?

CG: Bem, eles trouxeram as suas idéias e suas crenças e usaram o conhecimento para praticar magia negra. Eles constantemente … eles corromperam o que eram até símbolos positivos (como a suástica), ensinamentos e idéias positivas, e torceram-nos e transformaram-nos em idéias negativas como bem sabemos da história que conhecemos.

DW: Então, qual seria o tipo de reação de um membro da Cabala das trevas quando ele ouve você dizer “seja mais amoroso, seja mais indulgente”?

CG: Eles vão dar gargalhadas (risos). Eles querem que estejamos sempre ansiosos, sempre temerosos e sempre nos atirando na garganta uns dos outros. Eles querem que sejamos divididos, religiões contra religiões, raças contra raças – contanto que eles possam nos manter brigando o tempo todo uns contra os outros, não estamos lutando contra eles. Eles nos dividem e nos conquistam.

DW: Você estava pessoalmente ciente de programas sociais que foram destinados a promover esse tipo de condição na humanidade?

CG: Eu quero ter cuidado porque eles têm cooptado e usado todas as religiões que são baseadas neste princípio de muito amor que eu estou falando. Este princípio da regra de ouro, “faça aos outros o que gostaria que fizessem a você”. Eles infiltraram muitas dessas religiões, distorceram-nas e tomaram o controle delas e começaram a usá-las de maneiras detestáveis e para nos manter divididos.

DW: Bem, certamente parece que todas as principais religiões foram contaminadas em graus variados nesse sentido.

CG: MmHmm (assentimento)

DW: Acho que também estou tentando descobrir … há pessoas lá fora, estudiosos que olharam para algo como o movimento do Feminismo e disseram: “Bem, Gloria Steinem foi financiada pela Cabala e as mulheres agora ao atingir cerca de 40 Anos de idade, e percebendo uau, eu passei toda a minha vida perseguindo coisas que os homens buscam, agora eu quero ter um filho e é tarde demais “. Você acha que eles estão deliberadamente manipulando as coisas como o movimento feminista, para tentar colocar os homens e mulheres separados e assim atingir o que é a base da família?

CG: Bem, eles estão constantemente criando engenharia social, e até certo ponto, sim. Em um grau – as mulheres foram reprimidas por tanto tempo, mas em outro grau, eles interceptam os movimentos, como o das mulheres que querem ser iguais e qualquer coisa positiva que eles vêem ser criadas, eles se movem, se infiltram e distorcem.

DW: Certo.

CG: Então, eu vejo o movimento das mulheres para se tornar igual aos homens depois de todo o milênio da repressão como uma coisa boa, mas houve infiltração e distorção que tem prejudicado a causa e criou mais divisão em nossa sociedade.

DW: Você disse antes que existem 22 programas genéticos com os quais fomos criados, alterações de consciência, esse tipo de coisa. Alguns deles parecem estar nos conduzindo para sermos mais facilmente controlados.

CG: Certo.

DW: Você tem algum exemplo específico?

CG: São programas sociais, programas genéticos e programas espirituais. Esses programas espirituais também inclui eles próprios encarnando nos corpos humanos. Eles também fazem parte desse grande experimento. Eles participam muito deste grande experimento. Eles não são apenas guardiões criando e manipulando essas experiências. Eles investiram muito nesses experimentos. Mas, há uma evidência muito forte de que me foi mostrado nos Smart Glass I-Pads, que eles criaram e manipularam nossos genes para criar um “gene de Deus” onde temos uma necessidade genética, muito geneticamente orientada para adorar e seguir um líder e adorar um ser (EXTERNO) superior. E isso foi feito para nos tornar um pouco mais DÓCEIS E CONTROLÁVEIS. Estes 22 programas, eles estão funcionando em paralelo, mas alguns deles são intercambiáveis entre si. Alguns destes programas querem que nos tornemos espiritualmente mais iluminados ao crescermos em consciência, mas a maioria dos programas quer nos manter “para baixo” e nos manter espiritualmente ignorantes e sem conhecimento e desenvolvimento de nossa consciência co-criativa.

DW: Por que adorar um ser superior seria uma coisa ruim? A maioria das pessoas pensa que isso é uma coisa boa?

CG: É uma coisa boa, mas é ruim quando esses seres das trevas surgem como aquele ser superior a ser adorado, eles entram como FALSOS deuses. Não só estes ETs estão fazendo isso, mas por um longo, longo tempo, um monte de civilizações antigas da Terra vem à superfície e também fingem ser nossos deuses.

DW: O que se parece com o treinamento para obter o “corpo do arco-íris”, que você não está realmente adorando um ser divino, está se tornando consciência. Todas as coisas que eu li sobre isso diz, você reconhece a natureza da existência como um vazio que está ciente e que você se torna essa consciência vazia. Isso parece diferente de adorar algo.

CG: É. E uma das coisas que me foi dito por esses seres de densidade mais sutil, é que todos nós somos um. E isso vai junto com algo que eu costumava dizer quando era criança e que iria perturbar meus pais, que eram muito conservadores, especialmente a minha mãe. Eu diria: “Eu costumava ser você. Você costumava ser eu. Eu costumava ser vovô, vovô costumava ser eu. “E eles diriam,” isso não faz nenhum sentido cientificamente. Com o tempo, todos nós estamos todos ao mesmo tempo, como você poderia ser eu, e eu ser você? “Eu diria:” o tempo não importa; Só a experiência importa. “E eles reagiriam com “O quê? “Eu tinha apenas cinco / seis anos de idade quando disse essas coisas estranhas. E, como se verifica, é isso que esses seres de densidade mais sutil estão dizendo – que o tempo e a separação é uma ilusão, todos nós estamos fragmentados, mas todos nós somos um.

DW: Por que você pensa que no (livro) “Um Curso em Milagres”, que é semelhante à “Lei do Um”, que um de seus ensinamentos principais seria: o perdão desmorona o tempo?

CG: Eu não sei. Quando ouço “o perdão a si mesmo e o perdão aos outros para a roda do karma”, isso me diz que termina o ciclo de alguma forma. E o tempo para nós pode parecer ser cíclico, talvez haja um paralelo lá.

DW: Falamos sobre a idéia de que “o perdão desmorona o tempo” e “no perdão está a interrupção da roda do karma” – são a mesma afirmação.

CG: Sim.

DW: Esse tempo é o karma. Que a experiência de duração da vida, do tempo linear, a experiência de estar neste universo, é em si mesma uma participação em uma alma fragmentada. E que quanto mais você pode perdoar aqueles que o rodeiam, mais a sua alma está se reintegrando – daí parar o tempo, de colapsar o tempo e parar a roda do karma.

CG: Quando você está perdoando os outros, você está perdoando a si mesmo. Muitas vezes, se você fez algo de errado para outra pessoa, a coisa mais difícil de fazer é perdoar a si mesmo. Perdoando-se por fazer algo horrível – e confie em mim sobre isso, eu sei – perdoar a si mesmo é o mais difícil da equação. Perdoar os outros é algo muito altruísta e libertador para se fazer por si mesmo espiritualmente. Quando você perdoa alguém, espiritualmente é muito libertador. Mas ser capaz de perdoar a si mesmo – essa é uma pílula muito difícil de engolir. É uma coisa muito difícil de se cavar profundamente dentro e fazer brilhar uma luz sobre a nossa própria escuridão.

DW: Você encontrou alguma informação por conta própria, no programa, sugerindo que o fenômeno do arco-íris é real, que isso poderia acontecer a um ser humano? Que eles poderiam se transformar em algum tipo de ser de luz?

CG: Houve informações que eu vi, que eu não prestei muita atenção, porque não era uma parte do que eu estava interessado na época – sobre as pessoas no leste ascendente.

DW: Hmm, isso estava lá?

CG: Isso estava lá, mas eu realmente não prestei muita atenção nisso na época. Claro, meus interesses mudaram agora, e isso é algo que agora eu presto muito mais atenção, mas eu não me lembro de ler nada sobre um “corpo de arco-íris” ou ver nada sobre um “corpo de arco-íris”.

DW: Você já encontrou seres que podem estar mais parecidos com esse tipo de estado, do que mais de um estado biológico?

CG: Além dos seres da esfera (Sphere Being Alliance), eu não tenho conhecimento.

DW: É possível, contudo, que possamos passar por uma transformação neste momento, em que nossas habilidades e desenvolvimento espiritual teriam uma melhoria súbita e dramática?

CG: Eu acredito que uma vez que estamos nos tornando uma civilização de transição, a transição para a 4ª densidade, dependendo de cada um de nós, onde estamos em nossa “caminhada PESSOAL”, vamos começar a despertar – as habilidades começarão a despertar em nós. E aqueles que são mais avançados terão habilidades mais elevadas. Aqueles que estão menos conscientes vão testemunhar aqueles com habilidades mais altas … mais avançados e com terem desenvolvido habilidades superiores e que vai “impulsioná-los”, porque eles saberão que é possível. Mas eu não vi nenhuma evidência “clara” sobre como isso ocorrerá. Se vai ser uma mudança repentina ou uma mudança gradual. Mas eu sinto, pessoalmente, eu sinto que vai depender do desenvolvimento pessoal de cada indivíduo e o “ponto” onde cada um esta em seu “caminho”.

DW: Bem, é realmente interessante que antes que esses monges tibetanos chegassem realmente ao corpo do arco-íris, eles já eram capazes de fazer coisas como uma corrida, onde você iria correr e pisar um pé de cada vez e se atirar a 30 pés de altura (9 metros), e voar cerca de 200/300 pés (60 a 90 metros) através do ar. Isso é chamado de “lung gom pa”. “Lung gom” é o exercício real, “Lung gom pa” é uma pessoa que pode fazer isso. Eles seriam capazes de enfiar sua mão em uma rocha e fazer uma impressão dela na rocha. Ou empurrar seu pé numa pedra e imprimir sua pegada. Assim, isso sugere que mesmo antes de se obter o “corpo do arco-íris” se consegue uma habilidade muito maior para controlar a nossa realidade e de causar impacto na matéria física circundante.

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

OITO ATITUDES QUE PREJUDICAM SEU SISTEMA IMUNOLÓGICO

Como você provavelmente já sabe, a saúde do seu sistema imunológico é a SUA saúde. Quanto melhor, mais resistente você estará contra vírus e infecções invasoras. Muita gente pensa que a maior influência sobre o sistema imunológico vem das vacinas e das doenças, mas isso é apenas a ponta do problema.

 Os seus hábitos, as coisas que você faz (ou não faz) no seu dia a dia, têm um enorme impacto no seu sistema imunológico e, no final das contas, na sua proteção contra doenças. Especialmente à medida em que você envelhece. Aqui estão oito atitudes que perturbam o seu sistema imunológico que você deve evitar, para o seu próprio benefício.

1. Você não conversa o suficiente

Está ficando cada vez mais evidente que interação social não faz bem apenas à mente, mas também ao corpo. O simples comportamento social pode contribuir e muito para o nosso bem-estar. Pesquisas indicam que baixos níveis de interação social em casa, no trabalho ou na comunidade contribui para nos deixar doentes. Quando não temos nenhuma relação social, quando não nos relacionamos com ninguém, nosso cérebro começa a encher-se de substâncias químicas geradoras de ansiedade, e acabamos tendo vidas mais curtas do que pessoas mais sociáveis. Um estudo com 270 pessoas com idades entre 18 e 55 anos mostrou que aqueles que tinham seis ou mais interações sociais em termos regulares eram 4 vezes mais resistentes ao ataque de virus da gripe.

Solução: Todos nós levamos vidas corridas, mas não podemos nos esquecer de cultivar e manter nossas amizades. Elas são tão importantes quanto nosso comparecimento à academia de ginástica.

3. Você é um chato, pessimista, um estraga-prazeres

Estudos sérios já demonstraram que as pessoas que tendem a ver o copo meio vazio e com vazamento têm vidas mais estressantes e uma saúde fraca. As pessoas mais otimistas possuem uma quantidade maior de células T, uma resposta melhor do sistema imunológico, e anticorpos mais poderosos. Claro, pode ser apenas que pessoas mais otimistas tomem mais cuidado com sua saúde, mas parece bem lógico que uma visão negativa da vida causará depressão e, com ela, o mau funcionamento do sistema imunológico.

Solução: Não é fácil simplesmente bater palmas e puf! Você é otimista. É preciso um real esforço para mudar sua atitude em relação à vida, e seus padrões negativos de comportamento. Comece perguntando a si mesmo: “de que outro ângulo posso olhar para isso?” “Há outra forma menos negativa de julgar isso?” Tente um pouco de cada vez. Experimente entender realmente que alguém ou alguma coisa pode ser melhor do que você imaginava. A mudança virá com o tempo. E, com ela, a melhora do seu sistema imunológico.

2. Você não dorme o suficiente

Há sempre algo mais a fazer e, hoje em dia, algo mais para assistir. Só que… dormir tarde e acordar cedo é um habito que muitos especialistas associam à baixa imunidade, pois o organismo começa a não produzir a quantidade de glóbulos brancos necessária para combater germes e vírus. Uma pesquisa conduzida pela Universidade de Chicago indicou que homens que dormem apenas 4 horas por noite, por apenas uma semana, produziram apenas a metade (!) da quantidade de anticorpos destinados a combater o resfriado, comparados com os que dormiram de 7.5 a 8.5 horas por noite.

Solução: A maioria ds adultos necessita entre 7 e 9 horas de sono ininterrupto por noite. Porém, se você ainda sentir-se cansado meia-hora depois de acordar, provavelmente, é porque a qualidade do seu sono não é boa. Tente dormir o suficiente e, caso ainda esteja cansado, consulte um especialista em sono, pois este é crucial para o seu sistema imunológico e bem-estar geral.

4. Você discute com seu cônjuge da maneira equivocada

Uma interessante pesquisa realizada pela UCLA descobriu que os casais que discutem seus problemas abertamente recebem o mesmo estímulo para seu sistema imunológico e anticorpos que eles obteriam através de exercícios moderados. Por outro lado, casais que usam de sarcasmo, insultos e atitudes passivo-agressivas têm menos quantidades de células T, níveis mais altos de hormônios de estresse (óbvio) e podem levar até 40% a mais do tempo necessário para recuperar-se de ferimentos do que os casais mais abertos e positivos.

Solução: É difícil mudar hábitos e dinâmicas no relacionamento, e muitos casais aprovam o “deboche amigável”. O problema é quando o deboche se torna MUITO agudo ou frequente que as pessoas começam a sofrer, e isso nunca é bom para o relacionamento. Se você tem um problema real, discuti-lo corajosa e abertamente com seu cônjuge não será saudável apenas para a sua relação, mas, aparentemente, para seu corpo também.

5. Estresse contínuo 

Todo mundo, ocasionalmente, tem que enfrentar estresse. Porém, o que acontece com alguém que está assim dia após dia, quase sem cessar? O sistema imunológico começa a declinar em sua capacidade de combater infecções, vírus e germes. Períodos de estresse sem pausa rapidamente provocam redução na contagem de células T e enfraquecem a imunidade do corpo. É fato conhecido que viúvas e viúvos têm muito mais tendência a adoecerem no ano que segue à perda dos seus cônjuges do que pessoas que não passaram por um evento que provoca altos níveis de estresse como este.
Solução: Cada um tem que encontrar a sua. Todos nós temos maneiras de aliviar o estresse – seja um banho de imersão, fazer exercícios, tirar uma folga no trabalho por uns dias ou qualquer coisa que ajude. Lembre-se das coisas que fazem você relaxar e pratique-as seguidamente. Sim, abra espaço no seu calendário para “relaxamento”. Isto é, se você quiser ter uma vida mais saudável.

 6. Você pega coisas emprestadas dos outros
Siga nosso conselho: se você precisa de uma caneta, traga a sua. Se você precisa de uma calculadora, traga a sua. Se precisa de um laptop… bem, você entendeu. Germes de gripe e resfriado são transmitidos, de maneira comum, por contato. Você não sabe onde os objetos estiveram nem quem os tocou. Não queremos dizer que você deve fugir de quem lhe oferece uma caneta, mas sim, que não deve ter o hábito de tomar coisas emprestadas dos outros – você nunca sabe quando poderá se contagiar com algo e passar para sua família.

Solução: Faça uma lista dos ítens mais comuns que você usa e precisa durante o dia. Carregue uma bolsa ou uma roupa com grandes bolsos para coisas básicas como caneta. Não empreste coisas que você traz de casa.

7. Não apele para os antibióticos
Os antibióticos foram inventados para combater severas infecções e germes. Tomar antibióticos todas as vezes que você tem um problema leve ou apenas sintomas fará com que seu organismo desenvolva resistência a essas substâncias, e você ficará vulnerável a infecções mais sérias. Pesquisas indicaram que pacientes que consomem muitos antibióticos têm sistema imunológico frágil, o que significa vulnerabilidade a doenças no futuro. Portanto, você está apenas adiando um problema leve e trocando por algo bem mais sério no futuro.

Solução: Só tome antibióticos quando tiver infecção bacteriana. Tome tanto quanto for receitado, mas não os use para prevenir doenças, a menos  que seja assim orientado pelo seu médico. Não guarde antibióticos não usados para o futuro. Tome conforme a receita e jogue fora o resto.

FONTE: www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=8840